Menu

» Perspectivas de programas, projetos e ações

Projeto: Variação Comportamental do Boto-cinza
Sotalia Guianensis (Cetacea, Delphinidae), durante as estações do ano, através do método de foto-identificação no estuário de Cananéia-sp.

A Associação de Ecologia Tucuxi vem trabalhar com a espécie Sotalia guianensis, popularmente conhecido como boto cinza devido sua coloração acinzentada, possuindo o ventre geralmente branco, pertence à ordem Cetacea (Mamíferos marinhos), subordem Odontoceti (que possuem dentes), possui um comprimento médio de 1,7 ± 2,0 m, sendo que o maior registro para machos é de 2 m e para fêmeas é de 2,06 m.

A espécie está listada no Plano de Ação para Mamíferos Aquáticos do Brasil, como “espécie vulnerável”, e como “quase ameaçado” na lista de Espécies de vertebrados e invertebrados da Fauna Silvestre, encontrando-se em alto risco de extinção.

Devido a se tratar de uma espécie que tem contato direto com a atividade pesqueira, esses animais vivem em conflito com os pescadores, por conta dos acidentes com suas redes e embarcações, onde o animal acaba se ferindo, ou no pior dos casos vem a óbito.

O boto-cinza é considerado espécie-bandeira (Espécie que chama atenção por sua beleza, carisma etc., que ao ser conservado e também o seu ecossistema, várias outras espécies residentes acabam por serem preservados também), tornando-se um elemento fundamental para profissionais da área da Biologia da Conservação na elaboração de planos de manejo para conservação da diversidade. Por serem animais costeiros são bastante vulneráveis às ações antrópicas como, a caça, pesca e o turismo exacerbado, que podem acarretar alterações no estado de comportamento natural dos animais.

O presente projeto consiste também em estudos de conhecimentos etnobiológico que podem gerar dados que nos permita contribuir para o plano de manejo. Entende-se como etnobiologia o estudo do conhecimento popular, ou seja, conhecimento adquirido por populações a respeito da biologia, valorizando suas tradições, e o conhecimento que geralmente passam dos mais velhos para os mais novos.


Ação Ambiental: Viajando com o Boto
A ação “Viajando com o Boto”, é baseada na preservação ambiental respeito ao meio ambiente de forma sustentável, visando integração da comunidade local com o olhar voltado para o eco social. Considerando que na Região do Lagamar é o habitat natural do boto-cinza, será nossa principal fonte de pesquisa, onde realizaremos uma visita de campo para catalogar a espécie em referência.

Com o conhecimento fundamentado, partiremos para a etapa de elaboração de uma palestra que posteriormente será apresentada aos alunos da rede municipal, estadual e particular de ensino no município de Cananéia.

O enfoque principal será a abordagem da conscientização junto à comunidade, onde estes alunos possam se identificar como um agente transformador. Promover a educação ambiental nas escolas é uma forma de estabelecer conexões e transmitir informações para os alunos, promovendo a sustentabilidade, mostrando aos alunos qual deve ser a postura de cada um perante o meio ambiente, levando assim, a criação de uma postura cidadã ecológica e social.


Projeto: Ribeirinhas
Inclusão produtiva para mulheres artesãs da cidade de Cananéia

O projeto social Ribeirinhas tem como proposta a inclusão das mulheres artesãs de Cananéia, em situação de vulnerabilidade social e econômica, residentes no município.

Tal projeto, se inclui no entendimento da integração entre as ações de cidadania com a de colocação da mulher no mercado de trabalho. Assim as ações desenvolvidas pelo mesmo, visam contribuir na ampliação das ações de cidadania e direitos humanos objetivando a possível inserção do público alvo no mercado de trabalho, evidenciando principalmente as mulheres em situação de desemprego e baixo poder aquisitivo que sofrem com a falta de apoio para o escoamento das produções artesanais, entre outras, disponíveis para a comercialização.

Deste modo o presente trabalho permeia o fortalecimento das forças produtivas, possibilitando às mulheres que participem do projeto, a possibilidade de conquistar sua autonomia, contribuindo diretamente para o desenvolvimento econômico do município.

A implantação deste projeto junto às mulheres de Cananéia tem entre outros propósitos, contribuir para o aperfeiçoamento das competências técnicas inovadoras visando ampliar ainda mais a dinâmica do processo econômico do município. O Projeto, além de favorecer a mão-de-obra necessária a ser utilizada pode ser recrutada no próprio município, contribuindo para dotar Cananéia de uma vantagem comparativa, à medida que oferecerá ao setor econômico, maior contribuição para o seu desenvolvimento, com pessoas preparadas e qualificadas para integrar os novas possibilidades de negócios. E principalmente a possibilidade de reduzir os índices de pobreza, de violência, entre outros indicadores sociais.


Projeto: Boto Cidadão
Capacitação de jovens da região de Cananeia

O Projeto Social Boto Cidadão, tem como proposta a inserção do jovem no mercado de trabalho capacitando-o através de cursos profissionalizantes, dando prioridade a jovens da rede municipal e estadual de ensino.

Tal projeto, assim como todas as ações Sociais Tucuxi, vêm com a proposta de promoção da cidadania através de educação e cultura.

Segundo os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Cananéia possui 12604 habitantes, em 2015. Com base nas pesquisas do Instituto, a população com faixa etária entre 0 e 59 anos aproxima-se dos 60% deste número. Portanto, verificamos e identificamos a necessidade de se potencializar o jovem da região, para que este não precise buscar fora de sua cidade oportunidades de trabalho.

Deste modo, o presente projeto, procura fortalecer o desenvolvimento social do jovem de Cananéia, oferecendo-lhe oportunidade de aprimorar e desenvolver conhecimentos em diversas áreas. O Projeto será executado pela Associação de Ecologia - Tucuxi, que promoverá ações ecológicas e sociais, nesse caso tendo como foco o trabalho com o jovem que com pouca ou nenhuma experiência, sofre à procura de uma colocação no mercado de trabalho.

O projeto Boto Cidadão visa qualificar o jovem inexperiente, tornando-o apto a concorrer com profissionais mais preparados.